BLOG

Como fazer uma boa gestão de estoque?

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

O assunto estoque pode ser algo que deixa alguns varejistas preocupados. Isso porque, muitas vezes, realizar uma boa gestão de estoque exige não apenas conhecimentos práticos sobre o tema, como também conhecimento sobre a região em que você está, a época do ano e seus clientes.
No blog de hoje vamos te ajudar com dicas para realizar uma boa gestão de estoque.

Planejamento de Compras e Registro de Produtos

Sim, o primeiro passo talvez você já conheça, mas ele é muito importante! Quando você tem total ciência sobre o funcionamento do seu estoque, planejar compras é mais fácil e vice e versa.
Pense com clareza: quais as quantidades mínimas e máximas de cada estoque você precisa ter no seu estoque para o período que você está avaliando? Entender esse limite te ajuda a ter a clareza de quando é o  momento de comprar e quanto daquele produto você deve comprar. Dessa forma, você evita compras desnecessárias e não prejudica seus negócios.
Esse é o motivo pelo qual manter seus produtos registrados de forma atualizada também é um passo importante. Tudo o que está no seu estoque ou armazém deve ser registrado! Seja digitalmente ou manualmente, você precisa ter a clareza de quais são os seus produtos e mesmo de quanto tempo eles estão no estoque. 

Definição de destaques atuais

Quando você tem um registro de produtos atualizado, você também pode trabalhar com o que são destaques. De que forma você pode fazer isso?
Bom, comece revendo quais foram as saídas de seus produtos nos últimos meses (de três a seis meses) para que seja possível entender o que é um destaque no seu estoque e o que não é.
Essa clareza vai te permitir saber o que mais sai, o que precisa de um impulso (como uma promoção ou destaque na vitrine) e, assim, você não apenas faz uma excelente gestão de estoque, como também consegue balizar os próximos passos de ações e promoções no seu estabelecimento.

Quais os seus focos para o futuro?

Após realizar todo o caminho até aqui, você já terá clareza sobre os produtos que vale investir e quais não vale e aí é o momento de entender qual é o seu foco de vendas. Aqui pode ser o que seus clientes ou região mais precisam, o que tem tido melhor impacto e muito mais.
Quando você define os seus focos, sabe o que quer vender e, dessa forma, consegue trabalhar melhor com a exposição desses produtos, como fazer uma promoção e quais ações pode executar para estimular seus fregueses a comprar esse item.

 

E aí, o que achou do nosso blog de hoje? Deixe nos comentários e, qualquer dúvida, só falar conosco!

 

Cookie Consent with Real Cookie Banner